CPOC Online

Formação


Olá malta!

Bem, tínhamos ficado no primeiro texto de "Em prova", módulo esse que trazia várias técnicas simples para melhorar na prática a nossa orientação. O primeiro texto foi sobre como manter um azimute, neste vamos falar de uma nova forma de olhar para o mapa.

Mapeando - Tema 20: EM PROVA, SIMPLIFICAÇÃO

Para conseguirmos uma boa aplicação de várias técnicas, não só esta, devemos olhar para o mapa e tentar perceber o terreno de um ponto de vista mais amplo, e não focando apenas a nossa visão no nosso ponto de destino. Especialmente quando estamos à procura de um objecto pequeno por entre tantos outros.

Na parte de cima da imagem referente a este tema (mais abaixo no texto) vêm que o ponto será difícil de encontrar se se limitarem ao seu redor próximo. Se alargarem a vossa visão vêm que o pântano é muito maior, e seguindo o seu limite ficam quase em cima do ponto sem terem de se preocupar muito com o resto.

Para correr mais rápido, sem olhar tantas vezes para o mapa, mas com segurança, temos de começar por olhar para o mapa de forma abrangente e tirar aquilo que é relevante. Numa prova não me interessa ver tudo, procuro ver sobretudo os elementos mais evidentes até chegar ao ponto.

A imagem de baixo ilustra muito bem o que acabei de dizer, sendo um exemplo desta técnica.
Imagem para simplificação em prova

Quem vai de certeza aprender a utilizar esta técnica são os nossos amigos que vão representar o CPOC no O'Ringen deste ano, a maior prova aberta do mundo, que se realiza todos os anos na Suécia. Embora o nível de participações tenha vindo a cair, continua seguramente acima dos 10.000 atletas, dos 5 aos 95 anos!

Eheh eu já participei 2 vezes e lembro-me que tinha de procurar os meus tempos de partida num livro que parecia as páginas amarelas! Para além de muitas outras coisas que só estando lá... :-)

Fiquem bem,
Alexandre Alvarez