CPOC Online

Formação


Olá pessoal!

Continuem atentos ao que o Rui Botão nos diz sobre o funcionamento do SportIdent, pois é muito importante que não tenham dúvidas quanto a este factor!

Mapeando - Tema 25: O SPORTIDENT E OUTROS CONTROLOS II

Vamos ver como se utiliza o chip SI para fazer provas de orientação. Nesta primeira fase vamos falar do acto de 'picar'.

A picagem serve para registar a nossa passagem por um determinado ponto. Para o fazer devemos introduzir o chip no buraco existente na base do SI. O chip deve ser inserido pela parte de cima, se o fizermos por baixo não vai funcionar. Acreditem que já houve organizações que colocaram as bases ao contrário nos suportes. Ao introduzir o chip a base regista na sua memória interna o número do chip que foi introduzido e a hora. De seguida regista no chip o número do ponto e a hora a que por lá passámos. Uma vez o processo terminado a base pisca os leds e emite um aviso sonoro. Não é obrigatório obter os dois tipos de aviso (beep e leds), basta um para que já esteja tudo bem.

Caso não recebam nenhum dos avisos (nem beep nem leds), então utilizem o picotador que está junto da estação e piquem no mapa no primeiro dos quadrados livres que lá estão para este efeito. Atenção que em teoria podem ser na mesma desclassificados se não picarem no primeiro quadrado livre, ou se picarem fora dos quadrados. Embora esta regra nunca tenha sido aplicada em Portugal.

Nunca acreditem noutros atletas, ou mesmo elementos da organização, que dizem que a base está avariada. Coloquem sempre lá o vosso chip. Mesmo que o atleta que acabou de picar à vossa frente, não obtenha nenhum sinal da base e tenha de picar no mapa, coloquem lá o vosso chip na mesma. Pode ser um problema só com o chip dele.

Umas curiosidades:

- O tempo que é contabilizado é o tempo do primeiro beep. Se o SI continuar na base ela continua a apitar, mas o tempo não vai ser alterado.

- Se picarem a base uma segunda vez, conta o tempo da primeira desde que a diferença entre picagens seja inferior a 8 segundos e não houver nenhuma outra picagem de outro atleta pelo meio.

- Os tempos de picagem dos pontos intermédios não influenciam em nada o tempo final do atleta. Só servem para que o pessoal possa comparar os tempos parciais das diversas pernadas. A única estação que é realmente importante para a contabilização do tempo é o 'finish'.

Para a semana será o último texto sobre o SI, com a explicação e exemplos práticos de como fazer em prova, mais uma vez com o Rui.

Fiquem bem,
Alexandre Alvarez